Buscando por?

Notícias

Sorriso caríssimo: Canelinha e Nova Trento aderiram a programa com suspeita de superfaturamento

Programa Crescer Sorrindo levanta suspeitas de superfaturamento em prefeituras de Canelinha e Nova Trento
Por: Jonas Hames - 06/11/2023 08:00min

 

A polêmica em torno dos kits de saúde bucal distribuídos pelo programa Crescer Sorrindo, idealizado pela deputada federal Geovânia de Sá (PSDB) e repassado a diversas prefeituras catarinenses, desencadeou um debate sobre suspeitas de super faturamento. Nova Trento e Canelinha estão tendo que se explicar. 

Segundo informações do jornal Correio Catarinense, em Canelinha o custo envolvido foi de aproximadamente R$ 700 mil, enquanto em Nova Trento foi de cerca de R$ 778 mil, abrangendo não apenas os kits, mas também as capacitações. A denúncia ganhou força após um vereador de Laguna, no Sul do Estado, divulgar um vídeo e encaminhar uma denúncia ao Ministério Público. De acordo com o vereador, o custo dos kits estaria muito acima dos preços de mercado, girando em torno de R$ 600, enquanto o valor convencional estaria entre R$ 30 a R$ 50.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

O prefeito Diogo Maciel (PL), de Canelinha, esclareceu que a adesão ao programa não acarretaria custos para o município. Entretanto, o custo envolvido foi de aproximadamente R$ 700 mil, incluindo materiais e assessoria para instrução de pais, alunos, professores e profissionais da saúde. De acordo com informações do jornal Correio Catarinense, Maciel apontou divergências entre o material entregue e o que foi inicialmente apresentado à prefeitura, o que impediu a distribuição dos kits às crianças até o momento.

 

A adesão do município não acarretaria nenhum custo para Canelinha. Achamos interessante e aderimos”.

Diogo Maciel, prefeito. 

 

Fotos: Arquivo/Divulgação

 

O prefeito de Canelinha revelou que entrou em contato com a Prefeitura de Laguna para obter informações detalhadas sobre o programa na cidade litorânea e já considera rescindir o contrato com a empresa devido a possíveis falhas no serviço prestado.

Em Nova Trento, o prefeito Tiago Dalsasso (MDB) confirmou que a adesão ao programa foi motivada pela apresentação da possibilidade pela deputada Geovânia de Sá e pelo prefeito de Canelinha. O valor destinado ao município foi de cerca de R$ 778 mil, abrangendo não apenas os kits, mas também as capacitações. Dalsasso também se manifestou sobre a divergência entre o material recebido e o protótipo, seguindo os passos de Canelinha ao notificar a empresa.

 

Estamos atentos ao que ocorreu em Laguna e vamos tomar as providências necessárias, caso não seja cumprido o que foi acordado para Nova Trento".

Tiago Dalsasso, prefeito.

 

 

Ambos os municípios ainda não distribuíram os kits de saúde bucal, aguardando esclarecimentos da empresa fornecedora e a garantia de que os produtos atendam às expectativas e especificações acordadas.

 

Top

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Li e aceito os termos.

Preencha todos os campos obrigatórios.

No momento não conseguimos enviar seu e-mail, você pode mandar mensagem diretamente para comercial@vipsocial.com.br.

Preencha todos os campos obrigatórios.

Contato enviado com sucesso, em breve retornamos.

Você será redirecionado em alguns segundos!